Como Saber Se O Bilhete Único Está Vinculado À Empresa

Como Saber Se O Bilhete Único Está Vinculado À Empresa

No artigo de hoje vais aprender a Como Saber Se O Bilhete Único Está Vinculado À Empresa.

O bilhete único do trabalhador nada mais é do que um vale transporte concedido pela empresa aos seus trabalhadores para que possam se deslocar até o local de trabalho e lá exercer suas atividades.

 

A maioria das cidades oferece diversas modalidades de bilhete único. Em São Paulo, por exemplo, pode-se ter no bilhete único créditos mensais, de estudante, vale-transporte (associado a uma empresa) e comum.

 

Como Saber Se O Bilhete Único Está Vinculado À Empresa

Como Saber Se O Bilhete Único Está Vinculado À uma Empresa?Para saber se o bilhete único está vinculado a empresa em que você trabalha, é preciso entrar em contato com a operadora do bilhete único na sua cidade (SPTrans, Riocard, etc) e solicitar a informação. Em geral costuma-se solicitar alguns dados do portador do bilhete único, como por exemplo o seu CPF.

 

  • Se você usa os serviços da Riocard e deseja consultar CPF, acesse o portal de Consulta de Cartão de Bilhete Único por CPF (https://www.cartaoriocard.com.br/scrcpr2/comprador/ConsultaPublica?action=consulta_cartao) e verifique sua situação.
Como Saber Se O Bilhete Único Está Vinculado À Empresa
Como Saber Se O Bilhete Único Está Vinculado À Empresa
  • O mesmo serviço de consultar CPF está disponível para os usuários da SPTrans: basta acessar o portal para Consultar Cartão e ver como anda a sua situação.

 

A maioria das cidades que adota o sistema do bilhete único já oferece esse tipo de serviço. Se você deseja fazer a consulta por CPF, procure por “nome da cidade + bilhete único + cpf” no navegador de sua preferência e verifique se o serviço já está disponível na sua região.

 

De acordo com informações obtidas no site do Riocard, se um empregado tiver sido desligado pela empresa, é necessário que esta faça a desassociação pelo site da Riocard e entregue o Bilhete Único no momento da demissão.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *